Ana Filipa Alfonseca

< Back to Library

Publications:

Eloquente com café

Não sei por onde começar, é tão mais difícil falarmos sobre nós e tão mais fácil falarmos dos outros. Continuo, porém, sem saber por onde começar após esta frase conhecida do mundo, nem a súbita ideia que me passou pela cabeça de escrever isto na terceira pessoa, fingindo que não sou eu, neste exacto segundo posterior ao anterior pensamento faz, agora, sentido. Talvez esta imagem confusa não seja uma boa impressão, muito menos um bonito, mas sempre simples Olá. Talvez o normal, o nome – todos temos um e talvez nada não menos nos pertença, já que como dizia o velho amigo Saramago que nunca vi, o nosso nome nada diz sobre nós. Ana Filipa da Silva Morais de Afonseca. Foram estas as primeiras palavras que escrevi quando segurei o lápis pela primeira vez e, agora que penso, gostava de ter como primeira palavra da minha vida uma outra: liberdade. À qual acrescentaria mais tarde, liberdade de tudo. Nasci no dia 29 de Abril de 1992, filha dos que, não poderia deixar de pintar aqui para sempre nesta folha, as melhores pessoas do mundo e aos 21 anos de idade aqui estou a escrever sonhos.